Como no primeiro dia

Cuidados, conselhos e truques para limpar a sua Mycook

A Mycook acompanha-o no dia a dia da sua cozinha e certamente que gosta que esteja impecável. Isso é fácil. Ao fim e ao cabo, com apenas um elemento tem um monte de funções e pode fazer várias coisas ao mesmo tempo. Menos tachos, maior simplicidade. Assim sendo, vamos explicar-lhe o que pode fazer para que a sua Mycook esteja sempre como no primeiro dia. Ou quase.

No manual que acompanha a Mycook já tem umas explicações básicas. E também as encontrará na Internet, na secção “Perguntas frequentes”, segmento “Limpeza do robô”. Mas aqui vamos propor-lhe um passo a passo detalhado, que possa ser o seu kit imprescindível de limpeza, para que não lhe restem dúvidas. Sem manchas, claro.

Motor

É a base e a força da sua Mycook e necessita de poucos cuidados. É muito fácil mantê-lo limpo. Como com qualquer outro eletrodoméstico, tem de o desligar da alimentação elétrica, deixá-lo arrefecer um pouco depois de o usar, e basta passar um pano húmido com uma solução detergente, evitando sim que entre água através da rede de ventilação. E já está, impecável.

Jarro

Este é o elemento que irá estar em contacto permanente com os alimentos, a diferentes temperaturas, e irá querer mantê-lo limpo por dentro e por fora. Para isso, pode lavá-lo diretamente na máquina de lavar loiça (retirando previamente as lâminas), embora, nalguns casos, possa necessitar de reforços. Dizemos-lhe o que fazer:

Interior

  • Autolimpieza: Tal como numa outra receita, coloque no jarro um litro de água (no máximo), umas gotas de detergente para a loiça, e dê uns golpes de turbo. Pode utilizar temperatura para realizar esta autolimpeza.

 

  • Restos de queimado: Se tiver queimado algum alimento (explicar-lhe-emos as causas mais frequentes e como o solucionar na secção “Queimei a comida”), pode limpar manualmente o interior do jarro com a ajuda de um esfregão de palha de aço, mas nunca prendendo o esfregão às lâminas e premindo turbo (como poderá encontrar na Internet) porque irá danificar o corte das lâminas e, além disso, poderiam ficar restos de filamentos metálicos presos nas engrenagens.

 

  • Conselho: Se, depois de esvaziar o jarro, não puder lavá-lo a seguir, encha-o com água para evitar que seque. Será muito mais fácil lavá-lo depois.

 

Exterior

  • Se com o tempo “amarelecer” um pouco por fora, podes devolver-lhe a cor original usando, exclusivamente no exterior, um produto de limpeza específico para aço.

 

Tampa

Tal como o jarro e o resto dos elementos da Mycook, exceto as lâminas e o motor, como já referimos, a tampa também pode ser lavada na máquina de lavar loiça. Em função do uso, é conveniente que, com regularidade, retire a borracha da tampa para uma limpeza mais completa. Terá sim de se assegurar que a coloca bem depois porque, caso contrário, a tampa não fechará bem.

Lâminas

É o único acessório da Mycook que não deve lavar na máquina de lavar loiça. Para as lavar corretamente, basta que siga estas simples instruções para que se mantenham em perfeito estado, embora deva recordar que o estado é conferido pelo uso e que as lâminas são um elemento de desgaste, pelo que se utilizar muito a sua Mycook com funções em que as lâminas têm que trabalhar “no duro”, deverá substituí-las de vez em quando (com uma manutenção correta, falamos de anos).

Tratemos da sua limpeza. Deve colocá-las sob água corrente da torneira (mas não as mergulhe em água), sempre na posição vertical, ou seja, com as lâminas para cima, e proceder à eliminação da sujidade que possa ter ficado incrustada com a ajuda de uma escova convencional.
Depois, ao colocá-las de novo na sua posição, assegure-se de que ficam perfeitamente encaixadas, incluindo a junta de borracha preta que, ocasionalmente, pode ter-se separado ao manipulá-las.

Porque deve ter especial cuidado com as lâminas? Simplesmente para as preservar em perfeito estado. O que acontece se forem mergulhadas em água ou na máquina de lavar loiça? Entraria água no interior da respetiva engrenagem e veria esse líquido (talvez escuro, e certamente apto para uso alimentício) como uma “fuga de óleo” das lâminas. Mas quando estão a funcionar ficam mergulhadas em líquido (óleo, água, caldo, etc.)? Sim, e não acontece nada porque, ao estarem encaixadas na sua posição, ficam completamente herméticas. Coisa que não ocorre fora do jarro. É tão simples como isto. Todas as perguntas têm resposta e, se seguir corretamente as indicações, a sua Mycook, lâminas incluídas, funcionará perfeitamente.

Acessórios

Todos os acessórios: cesto-coador, tabuleiro de vapor, espátula, tampa de medida, pá misturadora, etc. podem ser lavados, com toda a facilidade, na máquina de lavar loiça. Sem mais nem menos.

“Queimei a comida”

Lemos por vezes que alguém queimou o jarro ao fazer um refogado ou ao preparar uma receita a 120º. Porque se queimam os alimentos? As causas mais frequentes são:

  • Introduz no jarro alimentos excessivamente cortados. Vamos dar-lhe um exemplo. Para fazer um refogado, coloca cebola. Se a cortar previamente, antes de a introduzir no jarro, e esses pedaços forem muito pequenos, irão colar-se com maior facilidade às paredes e, com a temperatura, acabarão por se queimar no jarro. Tenha em conta que a Mycook já realiza a função de corte. Por isso introduza a cebola em quartos e assim será refogada e triturada adequadamente.
  • Há máquinas mais “quentinhas”. Não é propriamente assim, mas é mais fácil de entender (instalação, tomadas, potências, etc.). Neste caso, basta adaptar as receitas a uma temperatura um nadinha mais baixa. Voltando ao exemplo da cebola, se a tivermos posto no jarro em pedaços grandes, mas se se tiver queimado na mesma um pouco, reduzimos a temperatura para 110º e deverá ficar espetacular, sem ser preciso mais nada. O tipo de alimento, ou a temperatura a que é colocado no jarro, também podem ser uma condicionante.

Com estes cuidados, conselhos e truques verá como a sua Mycook se conserva durante muito tempo como no primeiro dia.

Conselhos de outros utilizadores que podem ser úteis

Ma Petite MyCook